É hora de tornar visível um mundo que a gente não quer enxergar: Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Dia 03 de Dezembro é comemorado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, e dando continuidade aos nossos posts sobre inclusão e representatividade, o tema de hoje será: MERCADO DE TRABALHO INCLUSIVO.

De acordo com o IBGE, o Brasil possui mais de 45 milhões de pessoas com deficiência, e apenas 1% faz parte do mercado de trabalho.

Entrar para o mercado é uma meta complicada para todo mundo, mas fica ainda mais difícil para as pessoas com deficiência, por diversos motivos, mas o principal deles é porque a gente simplesmente não quer enxerga-lo.

Com a Lei de Cotas para Deficientes em empresas, toda empresa de grande porte deve preencher de 2% a 5% de suas vagas com pessoas com deficiência. Porém, mesmo muitas vezes possuindo excelente qualificação – apesar de todas as barreiras enfrentadas como, por exemplo, instituições adaptadas para recebe-los, e até mesmo com a lei de cotas, estas pessoas ainda possuem dificuldades para ingressar no mercado de trabalho, independente da profissão que escolher.

Falando especificamente do mercado publicitário, quantos profissionais com deficiência você conhece? Quantas agências você já ouviu tocando neste assunto? Infelizmente, somos um mercado totalmente não inclusivo, consequentemente, as campanhas publicitárias são pouco representativas, e espelham cada vez mais uma sociedade totalmente contrária da realidade.

Por mais que algumas marcas tenham começado a fazer comerciais mais inclusivos, sabemos que as agências não estão seguindo o mesmo conceito.
Até quando os deficientes serão 1% do mercado? Vamos começar a mudar?

Aqui temos alguns exemplos de campanhas inclusivas pra começar a se inspirar:

A Ford desenvolveu em Outubro de 2018 um tapete de acessibilidade para ajudar na mobilidade de pessoas que usam cadeiras de rodas.
O produto ainda não está a venda, mas já podemos analisar o quão útil será, pois o tapete possui as funções de subir ou descer da calçada, entrar ou sair do trem e do metrô e ultrapassar pequenos buracos ou desníveis. O acessório possui sensores e um microprocessador que envia sinais (bluetooth) para um aplicativo que será instalado no smartphone.
O dispositivo cria um banco de dados ao mapear pontos da cidade que exigem atenção e não estão acessíveis.
Assista ao vídeo sobre a importância do Accessibility Mat na vida dos cadeirantes:

Além da Ford, a VIVO também fez uma propaganda na qual incentiva as pessoas a viverem novas experiências independente de suas barreiras. Na propaganda, a superação por meio da tecnologia é o foco. Os 30 segundos mostram a história de um deficiente visual que usa a tecnologia e a banda larga para se conectar e fazer de um encontro amoroso um evento incrível. Ouvindo um tutorial, ele consegue organizar cada detalhe do jantar.

Esperamos que o mercado e as campanhas passem a ser a cada dia mais inclusivas!

NEWSLETTER:

Cadastre-se em nossa newsletter e receba nosso email mensal com curadoria exclusiva de conteúdo, descontos para eventos e cursos, convites exclusivos para encontros e muito mais!

Author

Letícia Oliveira

Estudante de comunicação e apaixonada pela área, jovem, sonhadora, sempre em busca de novos desafios e atualmente crescendo junto com a Media Education.


Comentários: