A teoria do conteúdo que viraliza mais facilmente

Em um mar de conteúdo criado por marcas, a dúvida que fica para quem produz é: como fazer com que o meu conteúdo seja lembrado, compartilhado ou que gere uma conversa?

Em uma conversa com uma amiga querida, ela mencionou um professor de marketing americano chamado Jonah Berger que estudou, publicou um livro (Contagious: why things catch on) e desenhou a fórmula para ajudar a estruturar a criação de conteúdo para atingir o status de “viral” (ou pelo menos com um maior potencial para isso).

Fui procurar mais sobre o assunto e não encontrei muita coisa em português, o que achei muito estranho, já que é uma assunto de interesse geral para quem trabalha com conteúdo. Fora que o material é muito bom e, diferente de muita coisa em Social Media hoje, baseado em estudos. Muitos estudos.

O livro parte de alguns pontos comuns de estratégias de marketing para justificar por que algumas ideias se tornam virais e outras não. A “fórmula” para o sucesso tem seis ingredientes que formam o acrônimo STEPPS (em inglês):

Social Currency (moeda social)

É o famoso “status”, credibilidade. Tudo aquilo que as pessoas postam para criar uma imagem, como elas querem ser percebidas pelos outros – inteligente, caridosa, cult, hipster e por aí vai. Quanto mais você posta sobre um determinado assunto, mais as pessoas acabam te vendo como uma referência sobre ele, e isso motiva as pessoas a compartilharem esse conteúdo que você produziu.

Doritos Rainbow + Casa 1 – https://www.youtube.com/watch?v=xN87V8-LZc0 e 9.268 compartilhamentos no Facebook.

Triggers (gatilhos mentais)

Olhou para alguma coisa e se lembrou de uma marca ou sentiu vontade de consumir algo? Isso é um gatilho! Pode ser uma cor, pode ser um objeto.

coke

Do que você se lembra quando vê essa imagem combinada com esse tom de vermelho? Se lembrar de mais marcas que têm esse gatilho, compartilha com a gente? Posta nos comentários!

Emotion (emoção)

É o ingrediente mais comum da fórmula. É a máxima de quase toda campanha de marketing de dia das mães/pais/natal. Tudo que mexe com o nosso emocional acaba desencadeando uma necessidade de compartilhar aquilo com as outras pessoas. Vender uma emoção é muito mais efetivo que vender uma função. “We care, we share”.

Acredite na magia do Natal (O Boticário): https://youtu.be/3kQngEzcGg4

Mães nas redes sociais (Samsung): https://youtu.be/79SWBaBqS9E

Último Desejo da Kombi (Volkswagen): https://youtu.be/2b0QPE1Bc4w

Faça um carinho (Associação Max Mello): https://youtu.be/uk_W4VGFMpM

Public (público)

As pessoas tendem a imitar umas às outras, ou seja, quanto mais público for seu produto e/ou conteúdo, mais chance de se tornar viral. Que tal estruturar iniciativas e produtos que por si só já são propagandas? Já se perguntou por que o logo da Apple está atrás de todos os seus produtos? Quem usa sabe a marca que comprou, mas quem está vendo o produto é impactado pela propaganda espontânea de quem já tem. E os sapatos de sola vermelha? Outras marcas copiaram, mas só um é o original.

Practical Value (valor prático)

Conteúdo útil é conteúdo compartilhado. Sua timeline está cheia de vídeos de receitas com o mesmo formato, não é? Vídeos feitos de cima, com palavras simples indicando o passo a passo, uma fotografia bonita e, em poucos minutos, você aprendeu a fazer um novo prato. Ensinar algo, resolver um problema de uma maneira simples, dar dicas – são coisas que induzem as pessoas a compartilharem e consumirem mais conteúdo, por que não ser a marca que produz esse conteúdo? Ah, não precisa ser só vídeo, sua criatividade que manda.

Lola Cosmetics: https://www.facebook.com/lolacosmetics/photos/p.1354167394649283/1354167394649283/?type

Saladpot: https://www.facebook.com/saladpot/photos/a.681519578616552.1073741828.680393535395823/1059697454132094

Nestlé: https://youtu.be/_VKeDHgps1Y

Sephora + Benefit: https://www.youtube.com/watch?v=SnaBHxpwuqE

Stories (histórias)

Uma boa história desde sempre segura a nossa atenção. São aqueles contos que a gente ouvia quando criança antes de dormir, ou em volta de fogueiras com os amigos. Crie uma narrativa de algum fato interessante, comunique sua missão, como surgiu sua marca, o que você faz, as possibilidades são infinitas. Envolver as pessoas por meio de acontecimentos gera identificação.

Você é mais bonita do que pensa (Dove): https://youtu.be/ABups4euCW4

#MudeoImpossível (Comitê Paralímpico Brasileiro): https://youtu.be/PVL6RwrDeHY

A História de Sofia (Panvel): https://youtu.be/7vQwoywtjTk

São seis ingredientes que podem ser usados combinados ou um de cada vez. Independente de qual você escolha: moeda social, gatilho, emoção, público, valor prático ou história, todos são um bom ponto de partida para criar um conteúdo que tem mais chances de ter sucesso,  ser compartilhado e atingir mais pessoas.

Seja feliz e siga os seus sonhos!

NEWSLETTER:

Cadastre-se em nossa newsletter e receba nosso email mensal com curadoria exclusiva de conteúdo, descontos para eventos e cursos, convites exclusivos para encontros e muito mais!

Author

Pietra Sugiyama

<p>Coordenadora de Social Media e Relações Públicas na EF English Live. Ariana, apaixonada por café, livros, internet, nerdices, feminices, tecnologia, novas mídias e novas formas de comunicar > 42</p>


Linkedin Facebook Twitter Instagram
Comentários:

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/mediae15/public_html/blog/wp-content/plugins/easy-social-share-buttons3/lib/modules/social-profiles/essb-social-profiles-helper.php on line 20

Send this to a friend